Premiações

A Prof.ª Jussara Rodrigues Fernandino recebeu o Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original no 5º Prêmio Copasa Sinparc de Artes Cênicas, em 2019, pelo espetáculo Um pouco de ar, por favor. Pelo mesmo espetáculo e na mesma premiação, foi indicada como melhor atriz.


A Prof.ª Ana Cláudia de Assis teve um projeto contemplado pelo Ibermusicas (Programa de Fomento das Músicas Ibero-Americanas, da Funarte) em 2017.


O Prof. João Pedro Paiva de Oliveira recebeu 9 prêmios internacionais de composição em 2016, entre os quais destacam-se:

  • 1º Prêmio no Concurso Monaco Competition (Mônaco) com a obra Heavy Metals;
  • 1º Prêmio no Concurso Counterpoint (Italia/USA) com a obra Magma;
  • 1º Prêmio no concurso Destellos (Argentina) com a obra Titanium; e
  • 2º Prêmio Luminico (México) com a obra Aphar.
  • Victor Vale, com a tese A tradutibilidade do sentido: o processo de transcrição musical, foi contemplado com o Prêmio UFMG de Teses 2019.
  • Débora Line de Oliveira, com a dissertação SÊNTIMUS; um jogo digital musical para crianças com hipersensibilidade sonora e características dos transtornos do neurodesenvolvimento, recebeu menção honrosa no 19º Simpósio Brasileiro de Computação Aplicada à Saúde.
  • Eduardo de Markus Athayde recebeu menção honrosa no 9º Concurso Tinta Fresta-2018, da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, com a obra Aurora.
  • Leonardo Pires Rosse recebeu a 2ª menção honrosa no Concurso Sílvio Romero 2018, promovido pelo Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular, com a tese Música e Rivalidade entre Camponeses no Alto Jequitinhonha (MG).
  • Daniel Menezes Lovisi foi contemplado com o Prêmio Teses da UFMG-2018 pela tese A construção do ‘violão mineiro’: singularidades, estilos e identidades regionais na música popular instrumental de Belo Horizonte.
  • Marina Reis recebeu premiação por pôster apresentado na 70ª. Reunião Anual da SBPC, ocorrida em Maceió, em 2018.
  • Rubens de Oliveira Aredes e Pedro Henrique Dutra Martins Rocha Elias, ambos da linha Música e Cultura receberam menção honrosa no IV SIMPOM/UNI-RIO, em 2016.
  • Federico Ratti Schumacher recebeu o terceiro prêmio no Festival Internacional de Composição SIME em Lille (França), em 2016.
  • Levy Pacheco de Oliveira Neto foi contemplado com o Prêmio Funarte de Composição Clássica 2016 com a obra Reminiscências.
  • Pedro Henrique Martins Rocha Elias – vencedor do Prêmio Funarte de Produção Crítica 2016 com sua dissertação de mestrado intitulada A canção tropicalista: um percurso crítico. O prêmio implicou na publicação do trabalho, em 2017.