Mostra de Percussão da UFMG nasceu com o objetivo de divulgar para a sociedade as produções artístico-intelectuais desenvolvidas pelo curso de Percussão da Escola de Música da UFMG. Essas produções envolvem os trabalhos dos alunos de Graduação e Pós-Graduação além dos professores do curso, indo desde Concertos a Master Classes e apresentações de Pesquisas concluídas ou em andamento sobre Percussão.
 
Nesse sentido, como contrapartida para os próprios alunos, convidamos também artistas locais, nacionais e internacionais para colaborarem com o evento através da realização de concertos e master-classes, enriquecendo o leque musical, artístico e pedagógico da Mostra. Isso gera um intercâmbio cultural único entre os estudantes do curso de Percussão e PPGMUS/UFMG junto aos convidados. Buscamos colaborar também com a diversidade da programação cultural da cidade de Belo Horizonte, trazendo artistas de primeira grandeza fora da rota comercial da indústria cultural.
 
Este ano o Grupo de Percussão da UFMG faz 25 anos de existência. Assim, a IX Mostra dedica sua programação artística totalmente voltada para artistas que passaram pelo curso de percussão da UFMG e hoje estão pelo mundo vivendo de música. O grupo Arcomusical Brasil é 100% formado por ex-alunos do curso de graduação em percussão e Pós-graduação em Música na UFMG. Os solistas convidados também são ex-alunos ou alunos do curso de Pós-Graduação (Doutorado e Mestrado) em Música, sendo a única exceção Gerardo Salazar, solista chileno convidado para a Mostra.
 
A Mostra deste ano tem mais uma particularidade que é a realização de dois espetáculos infantis! O Sítio do Vovô Hermeto (música de Hermeto Pascoal para crianças arranjadas para percussão com teatro de bonecos e dança) e Caxixinho e seus amigos no mundo da Percussão (canções infantis populares arranjadas para percussão com teatro de bonecos).
 
Haverá também mostra e exposição de instrumentos!!
 
Esperamos que toda a comunidade possa passear pelo CCBB de Belo Horizonte e Escola de Música da UFMG nesses 5 dias intensos de eventos com Master-Classes, Oficinas e Concertos!!
 
Nos vemos lá! E ajudem-nos a divulgar!!

Fernando Chaib
ARTISTA ADAMS
Professor de Percussão da Univ. Federal de Minas Gerais

CRONOGRAMA – 22/11 A 26/11 DE 2023

Realização: Escola de Música da UFMG e Grupo de Percussão da UFMG

Local: Escola de Música da UFMG e Teatro I do CCBB BH

Ingressos para os concertos disponíveis em: bb.com.br/cultura 

 

 

DIA 22 DE NOVEMBRO – QUARTA-FEIRA (LOCAL: ESCOLA DE MÚSICA)

 

HORA

COMUNICAÇÃO ORAL – SALA 11

MASTER CLASSE/OFICINA – SALA 1013

10h30/12h

Gerardo Salazar (Universidad Catolica de Chile e Solista da Orquestra Sinfónica de Chile) – “20 estudios progresivos para glockenspiel a pedal” (para alunos de composição).

 

9h/12h

 

Emilia Chamone: Oficina ‘Percussões criativas: pratica de ritmos brasileiros’

12h/13h30

INTERVALO

ALMOÇO

13h30/13h55

Bruno Aguiar(Doutorando PPGMUS/UFMG) – A Performance da Bateria no Heavy Metal Progressivo

 

14h/14h25

Douglas dos Santos – (Mestrando PPGMUS/UFMG) – Percussão múltipla nas universidades brasileiras: performance e pedagogia

 

14h30/14h55

Natali Calandrin (Doutoranda PPGMUS/UFMG) – Vinko Globokar e sua obra solo para percussão

 

15h/15h25

Carlos Fernandes (Doutorando PPGMUS/UFMG) – Vibrafonistas brasileiros: Panorama sobre gravações de vibrafone no samba jazz

 

15h30/15h45

Cofee

Break

15h45/16h10

Mateus Espinha (Doutorando PPGMUS/UFMG) – Pandeiristas brasileiros: performance técnica e estilística do pandeiro na atualidade

 

16h15/16h40

Otho Guimarães (Mestrando PPGMUS/UFMG) Ritmos Cruzados e polirritmias em solos de Edu Ribeiro em Cebola no Frevo

 

 

 

 

DIA 23 DE NOVEMBRO – QUINTA-FEIRA ABERTURA OFICIAL (CCBB e Escola de Música)

 

Hora

OFICINA

ESCOLA DE MÚSICA DA UFMG SALA 1013

MASTER CLASSE

TEATRO I DO CCBB

CONCERTO – TEATRO I DO CCBB

9h/12h

Emilia Chamone: Oficina ‘Percussões criativas: pratica de ritmos brasileiros’

 

 

11h/12h30

 

Felipe Continentino:

Master-Classe de Bateria

 

12h/14h

 

INTERVALO ALMOÇO

 

14h/18h

 

MOSTRA DE INSTRUMENTOS E MATERIAIS

(Alves Percussion)

Foyer do Teatro I CCBB

 

18h/19h

 

 

Projeto Douglas Santos – Música para caçarolas e Vitrais (Foyer)

19h

 

 

Concerto de Abertura:

Percussão e Cinema

·         Grupo de Percussão da UFMG

·         Arcomusical Brasil

·         Charles Augusto

·         Gerardo Salazar

 

DIA 24 DE NOVEMBRO – SEXTA-FEIRA (CCBB e Escola de Música)

 

Hora

OFICINA

ESCOLA DE MÚSICA DA UFMG SALA 1013

MASTER CLASSE

TEATRO I DO CCBB

CONCERTO – TEATRO I DO CCBB

11h/12h30

 

Gerardo Salazar  – (Universidad Catolica de Chile e Solista da Orquestra Sinfónica de Chile)  

 

9h-12h

Emilia Chamone: Oficina ‘Percussões criativas: pratica de ritmos brasileiros’

 

 

12h/14h

 

INTERVALO ALMOÇO

 

14h/18h

 

MOSTRA DE INSTRUMENTOS E MATERIAIS

(Alves Percussion)

Foyer do Teatro I CCBB

 

19h

 

 

Concerto 25 anos do Grupo de Percussão da UFMG:

·         Musique de Tables

·         Frcatalia

·          Quinteto

·         Drumming

·         Music for pieces of video

 

DIA 25 DE NOVEMBRO – SÁBADO (CCBB e Escola de Música)

 

HORA

OFICINA

ESCOLA DE MÚSICA DA UFMG SALA 1013

MASTER CLASSE

TEATRO I DO CCBB

CONCERTO

TEATRO I DO CCBB

9h-12h

Emilia Chamone: Oficina ‘Percussões criativas: pratica de ritmos brasileiros’

 

 

 

11h

 

 

Espetáculo: Caxixinho e seus amigos no mundo da percussão (infantil)

12h/14h

 

INTERVALO ALMOÇO

 

14h/15h30

 

Duo Sofia Leandro/

Bruno Santos

 

18h30

 

INTERVALO

 

19h

 

 

Concerto Gerardo Salazar,

Douglas Santos e                                             Duo Sofia Leandro /Bruno Santos

 

 

DIA 26 DE NOVEMBRO – DOMINGO (CCBB e Escola de Música)

 

HORA

OFICINA

MASTER CLASSE

TEATRO I DO CCBB

CONCERTO

TEATRO I DO CCBB

11h/12h

 

 

Apresentação da Oficina ‘Percussões criativas: pratica de ritmos brasileiros’ (Foyer)

 

 

 

 

 

17h

 

 

 

Espetáculo: O Sítio do Vovô Hermeto (infantil)

 

 

Release Mostra 2023

A Mostra de Percussão da UFMG trata-se da maior vitrine percussiva do Brasil no âmbito acadêmico com periodicidade anual. Em 2023 a Mostra chega à sua 9ª edição, com Direção Artística assinada por Fernando Chaib. A Mostra terá como temática os 25 anos do Grupo de Percussão da UFMG. Em 2023 o evento ocorrerá no CCBB de Belo Horizonte e trará espetáculos de cair o queixo, totalmente dedicados à música para percussão. Música e Cinema, espetáculos infantis, música experimental e música da tradição popular são esperados nesses 5 dias de evento entre 22 e 26 de novembro. Atrações nacionais e internacionais compõem o rol de artistas convidados. Arcomusical Brasil, Gerardo Salazar (Chile), Emilia Chamone (França/Brasil), Felipe Continentino, Grupo de Percussão da UFMG e ¿Silencie? Coletivo Percussivo são algumas das atrações previstas! A Mostra contará ainda com Comunicações Orais dos alunos do PPGMUS/UFMG da área de percussão, além de Mostra de Instrumentos, Master-Classes e Palestras dos artistas convidados.

HISTÓRICO: A Mostra de Percussão da UFMG começou em 1999 e, até 2003, teve 4 edições de sucesso ajudando a solidificar o papel do Curso e do Grupo de Percussão da UFMG no cenário musical de Minas Gerais. Como consequência natural das 4 primeiras edições, o Grupo realizou em 2004 um grande evento internacional: o I FIM (Festival Internacional de Música de Belo Horizonte) que apresentou mais de 20 concertos e workshops com percussionistas do Brasil, EUA, Canadá, Portugal, França, Itália e Senegal. De 2005 a 2009, em função do afastamento do coordenador do projeto (para realização de Doutorado), a Mostra parou de ser realizada. O Grupo de Percussão voltou a se organizar em 2009 e passou a participar de diversos eventos de música em Minas Gerais, pelo Brasil e, mais recentemente, no exterior (EUA e África do Sul). Em 2014, o grupo realizou a segunda edição do FIM, mais uma vez com grupos de várias partes do Brasil e da Argentina, EUA e Canadá. Em 2016 o Grupo de Percussão da UFMG retomou a realização da Mostra de Percussão da UFMG, realizando a V Mostra e em 2017 a VI Mostra. Em 2018 realizou-se a VII Mostra de Percussão da UFMG, marcando o 20o. aniversário do Curso de Percussão e do Grupo de Percussão da UFMG. No ano de 2019 a Mostra de Percussão deu lugar ao II Congresso Brasileiro de Percussão (www.cbpercussao.com), organizado pelo Grupo de Percussão da UFMG. Foi lançado, inclusive, o CD de comemoração dos 20 anos do grupo, solidificando o grupo como referência no cenário artístico-acadêmico nacional. O evento teve muitos desdobramentos como publicações, criação de website (www.cbpercussao.com), repercussão nacional e internacional. Nos anos de 2020 e 2021 a mostra foi interrompida devido a deflagração da Pandemia COVID19. Em 2022 a Mostra voltou com força total, desta vez com o tema ‘100 anos de Iannis Xenakis’, em homenagem ao compositor grego. Foram quatro dias Concertos, estreias e primeiras audições brasileiras de obras de Xenakis, além de palestras e Master-Classes com convidados nacionais e internacionais

 

ARTISTAS PRESENTES

crédito: Thiago Mourão

ARCOMUSICAL BRASIL Olhar de perto, destrinchar a cabaça, a verga, o arame, o dobrão e o caxixi. Desmontar e montar novamente todos os seus sons. Inventar e performar novo repertório para o berimbau, esse instrumento genuinamente brasileiro que nas ruas, praças, metrôs, palcos e terreiros resiste às investidas do tempo. A proposta artística do Arcomusical Brasil é investigar o berimbau sob uma perspectiva musical, sempre respeitando e valorizando sua origem e história de resistência, instigados por sua riqueza timbrística e possibilidades harmônicas, assim como inventar e interpretar um novo repertório para o instrumento nessa formação.

Arcomusical Brasil é Natália Mitre, Breno Bragança, Mateus Oliveira, Zé Henrique Soares e Rafael Matos.           https://www.arcomusical.com/pt-br/arcomusical-brasil/#

crédito: Bianca Silva

O GRUPO DE PERCUSSÃO DA UFMG comemora em 2023 seus 25 anos, o Grupo de Percussão da UFMG foi fundado por Fernando Rocha em 1998. Já se apresentou nos EUA, África do Sul e em diversas cidades pelo Brasil. Premiado, o grupo realiza estreias mundiais e parcerias com artistas nacionais e estrangeiros como Márcio Bahia, Russel Hartenberger (Canadá), Emmanuelle Huynh (França), Greg Beyer (EUA), dentre outros. Sua discografia inclui dois CDs, sendo um deles indicados ao Prêmio TIM. De eclética formação, seus ex-integrantes fazem parte das principais orquestras do Brasil, são professores em importantes universidades e realizam projetos artísticos independentes de cunho popular, experimental e/ou erudito.

Direção Artística: Fernando Chaib

Grupo de Percussão da UFMG é Adélia Cristina, Davidson Inácio, Douglas Rafael, Leonardo, Lucas Davi, Rômulo Santana, Saulo Moraes Valéria Prata e Victor Nascimento.

Atriz Convidada: Jack Macedo

crédito: Carla Silva

¿SILENCIE? COLETIVO PERCUSSIVO

Ir além! Criar! Brincar de falar sério! O ¿SILENCIE? tem como proposta uma arte inter e multidisciplinar através da música para percussão como base. De encomendas, estreias e primeiras audições a espetáculos infantis, esse coletivo diversifica o seu fazer artístico contando com os renomados percussionistas Bruno Santos, Charles Augusto e Fernando Chaib como pilares do processo criativo. Desde 2022 já ocuparam parques, teatros e centros de cultura de Belo Horizonte, disseminando a arte da música para percussão ao povo belorizontino!

O Sitio do Vovô Hermeto –  https://www.ositiodovovohermeto.com

https://www.instagram.com/silenciecoletivopercussivo/

¿Silencie? Coletivo Percussivo – Bruno Santos, Charles Augusto e Fernando Chaib.

Ator: Enedson Gomes

Bailarina: Danny Maia

Diretora de Cena e Roteiro: Kelly de Castro

Direção Musical: Fernando Chaib

Música: Hermeto Pascoal

Luz: Rodrigo Marçal

Som: Carlos Fernandes

crédito: Guilles BrochandEMILIA CHAMONE (Brasil/França) é percussionista, etnomusicóloga e educadora musical. É Doutora pela EHESS/Paris. Na França, trabalhou nos conservatórios parisienses, na Philharmonie de Paris e realizou vários projetos artístico-educativos em festivais. Como percussionista, acompanhou artistas como Hamilton de Holanda, Tabajara Belo, Kerry James, Grand Corps Malade, Karine Huet, Yure Romão entre outros. Na sua prática artística, a transmissão, criação e pesquisa estão interligadas numa única busca: fazer música coletivamente, de forma criativa e viva, sempre enraizada no corpo e ancorada no momento presente.

 

sem crédito