josehenriquepadovani.com

Use a barra de espaço e as setas para navegar e a tecla [esc] para ver o plano geral







Estudo introdutório de técnicas e práticas composicionais
de música mista interativa [2018s2]


aula 01 [8/ago/2018]




José Henrique Padovani






parte 1






[1] apresentação mútua
(tópicos de interesse/estudo relacionados à disciplina)

[2] apresentação da disciplina



[3] delimitações/pressupostos

música mista; live-electronics; sistemas musicais interativos; música mista interativa... ?
composição; música experimental; música contemporânea... ?
música escrita; predeterminação; processos criativos... ?
técnicas; ferramentas; "suporte"; "instrumento"... ?



apresentação da disciplina




ideia principal:




estudo introdutório das práticas composicionais atuais voltadas à composição para instrumento(s)/voz(es) associados a sistemas computacionais de síntese/processamento do som (e, eventualmente, outras mídias) em tempo-real.






por "estudo", entenda-se:



[1] estudo técnico
[compreensão de ferramentas, processos, abordagens, possibilidades de uso/aplicação]

[2] estudo analítico
[estudo de peças/processos criativos que exploram os recursos técnicos vistos]

[3] estudo criativo
[realização de projetos composicionais em música mista interativa]




envolve, aqui, estudar...


a) estrutura geral de funcionamento de linguagens como Pure Data, Max e SuperCollider

b) principais processos de síntese do som
[síntese aditiva, síntese subtrativa, síntese por processos modulatórios (AM, FM, etc.), síntese por wavetable, sample-based synthesis, síntese granular, processos de síntese por modelamento físico, etc.]

c) técnicas processamento do som
[filtragens, processos baseados em delay (reverb, feedback, flanger, etc.), pitch-shifter, freezing a partir de processos granulares, outros processos granulares, etc.]

d) processamentos relacionados à amplificação, à espacialização e à ambiência
[potência e estereofonia, processos de espacialização estereofônica, ambisonics, reverb por convolução particionada]

e) processos baseados na transformação do espectro via FFT (Transformada Rápida de Fourier)

f) processos informados por descritores de atributos sonoros
[técnicas baseadas em Music Information Retrieval e machine listening; score-followers]

g) ordenação e agendamento (scheduling) desses processos ao longo do tempo (em uma peça/instalação, por exemplo)




envolve, aqui, a análise de peças/criações muito recentes que demonstrem a aplicação prática e criativa das técnicas relacionadas à música mista interativa.




proposta: contemplar o repertório atual da criação musical associada à live-electronics, dando especial atenção...

a) à concepção poética, estética e composicional de tais criações;

b) às estratégias e procedimentos de planejamento e de escritura composicional;

c) à relação instrumento/voz e processos eletrônicos;

d) à relação entre escritura/processos eletrônicos estruturados/explorados em tais peças.


repertório inicial:
[ainda em aberto, inclusive a sugestões]

contempla produção de compositores e compositoras cuja especulação criativa está simultaneamente voltada, em alguma medida...

a) à escritura
[entendida enquanto espaço/processo de planejamento de acontecimentos musicais],

b) ao instrumento
[enquanto objeto técnico físico/acústico a ser manuseado na performance a partir de técnicas tradicionais e estendidas de execução]

c) e aos processos de computação interativa
[eletônica em tempo-real como expansão [1] da cadeia transdutiva, das possibilidades sonoras e das características hápticas/gestuais do instrumento; e [2], do espaço notacional/processual/procedimental da partitura]
compositores/compositoras que, inicialmente, nos são de interesse:

- Kaija Saariaho
- Karlheinz Stockhausen
- Philippe Manoury
- Luigi Nono
- Jonathan Harvey
- Georg Friedrich Haas
- Marco Stroppa
- Natasha Barrett
- Tatiana Catanzaro
- Valéria Bonafé
- Michelle Agnes
- Danilo Rossetti
- Gustavo Penha
- Ivan Simurra
- Joshua Parmenter
- Bruno Ruviaro
- Felipe Lara
- Silvio Ferraz
- Sérgio Kafejian
...quem mais?!

-> sugerir no documento compartilhado(sandbox) da disciplina:
http://bit.ly/2018s2-pos-sandbox
IMPORTANTE: é necessário termos ou conseguirmos
1) partitura
2) patch, código e/ou diagrama da eletrônica
3) áudio


consistirá em um ateliê de projetos criativos individuais
(possivelmente de forma colaborativa, mas cada deverá ser responsável por um projeto próprio)

as peças e realizações criativas devem envolver a aplicação dos recursos estudados







as peças/criações devem ter...

(a) algum nível de notação/prescrição/planejamento;

(b) associação entre instrumento(s)/voz(es) e computador;

(c) utilizar eletrônica interativa/"em tempo real" (e não tape/suporte fixo, por ex.)


metodologia




1. Aulas em formato de oficina estruturadas em torno do estudo técnico, analítico e poético de peças atuais/recentes para instrumentos/vozes e sistemas interativos;

2. Análises de partituras, registros sonoros e códigos computacionais e patches voltados à realização e/ou à composição das peças estudadas;

3. Leitura de textos teóricos e analíticos voltados: à composição mista; às teorias/poéticas composicionais contemporâneas; à análise musical; à computação musical.

4. Acompanhamento, discussão e solução de questões relacionadas aos projetos individuais



avaliação




1. exercícios/atividades de fixação (20% da nota);
[via formulário de envio!]

2. projeto preliminar (20% da nota);

3. projeto criativo (60% da nota) [40% do próprio projeto; 20% seminário final];


cronograma*



aulas dias atividades
1 8/ago - apresentação mútua
- apresentação geral da disciplina
- delimitações/pressupostos
-- 15/ago [feriado]
2 - 6 22/ago
29/ago
5/set
12/set
19/set
unidade 1
- oficina de sistemas musicais interativos: técnicas de síntese, processamento, espacialização/ambiência/amplificação, extração de informações, transformação espectral, controle/scheduling.
[aula extra, a definir] 26/set
- aula a definir! (possível convidado)
- entrega, via formulário, do projeto incial
[mínimo de 3 páginas: textos, rascunhos, imagens, etc.]
7-14 3/out
10/out
[17/out: a definir, em função da Semana do Conhecimento]
24/out
31/out
7/nov
14/nov
21/nov
unidade 2
- ateliê de projetos criativos
- análise de peças
[aula extra] 28/nov
- orientação de projetos
15 5/dez
Seminário final [obs: possivelmente aula será mais longa!

* cronograma sujeito a alterações.


delimitação/pressupostos